Apresentação

Qualidade, inovação, sustentabilidade

O Prêmio Naval de Qualidade e Sustentabilidade Acurcio de Oliveira (PNQS) chega a sua quarta edição renovando a proposta de reconhecer as inovações e aperfeiçoamentos em soluções de desenvolvimento sustentável, sustentabilidade, responsabilidade social, ética corporativa e qualidade e inovação do setor de construção e reparação naval e offshore, bem como das empresas situadas nesta cadeia de valor. Visa a apresentar a outros segmentos da sociedade exemplos de iniciativas que possam ser replicadas, como respostas às suas próprias questões.

O Prêmio Naval de Qualidade e Sustentabilidade Acurcio de Oliveira firmou-se como principal premiação da indústria naval e offshore do país. A preocupação com as práticas de fornecedores e distribuidores está disseminando-se a partir das empresas líderes, notadamente a Petrobras, e cada vez mais é condição necessária exigida pelos compradores. Esta necessidade fica mais evidente quando constatamos que 86% das emissões de gases de efeito estufa contabilizados pelas multinacionais são emitidos por seus fornecedores e que, cada vez mais, as grandes empresas estão cobrando dos parceiros informações sobre suas emissões e outras práticas ambientais e sociais.

A premiação seguirá o modelos das três primeiras edições, com divulgação, inscrição através do site do PNQS, análise pela comissão julgadora, definição dos casos vencedores e cerimônia de premiação. Nesta quarta edição, haverá um foco maior nas questões de qualidade e inovação, aliadas ao desenvolvimento sustentável, responsabilidade social e ética corporativa.

Ministro da Fazenda Guido Mantega na segunda edição do PNQS
Ministro da Fazenda Guido Mantega na segunda edição do PNQS

MODALIDADES
São duas modalidades complementares de iniciativas corporativas. A primeira modalidade, denominada Caminho para a Competitividade (CCom), corresponde à inclusão da sustentabilidade em políticas ou processos organizacionais. Nesta modalidade, a iniciativa apresentada pela empresa deve ter como finalidade fortalecer a sua estratégia de competitividade.

A outra modalidade, denominada Caminho para a Inovação e Desenvolvimento em Sustentabilidade (CIDeS), corresponde a programas, projetos ou atividades, como oportunidade de inovação ou desenvolvimento de iniciativas, com o objetivo de engajamento entre partes interessadas. Nesta modalidade, a iniciativa apresentada pela empresa deve ter como finalidade contribuir para os aspectos da responsabilidade socioambiental, capitulados na norma brasileira de responsabilidade social ABNT NBR 16001:2012.

Em cada modalidade serão contempladas três categorias de empresas, segundo o porte, definido pelo número de empregados ao final do ano anterior: grande, médio e micro e pequena empresa.

A participação no Prêmio é gratuita.